Follow by Email

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Pelos Dourados

Você tem olhos incertos sobre oque você mesma é, quer que eu te diga, você é a mistura de um anjo moreno com uma mortal que dá inveja aos demônios mais lindos, seus pelos dourados são resquicios do ouro que é seu coração, seu lábio é um mar de desejos aos olhos dos homens pecadores, e sua voz é a música preferida que encanta os marujos até a beira do mar que é sua beleza que os sufoca, você é sonho que nasce nos cabelos embolados de Deus, é felicidade linda com um sorriso perfeito, você é a maravilha que não pode ser exposta porem é a exposição de mulher mais maravilhosa que já encontrei, seu sorriso é é lindo como o por do sol e seu choro enigmático como os contos de pitaras, suas vontades tão loucas e tão simples que seus pensamentos não pegam direção e sua buçula aponta para o coração dos apaixonados.

Caique Maciel Arruda

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Lágrimas de Amor

Choraram por minha causa umas quatro ou cinco vezes é mentira se eu falar que sumido não chorei por vocês andando desnorteado pela rua cinzenta assisti de camarote uma quase oitenta vezes, e no solo com meu violão via cada gota de chuva se misturando ao chão com minhas lágrimas e desejo com vendo a calçada suja minha voz já rouca vendo a calçada suja, correndo longe de casa já viajando sentado nem me importava com a chuva deixando o violão molhado o coração jogado ao chão já despedaçado igual o papel da música que eu tinha inventado mas o mesmo não me deixava esquecer a batida da música que cantava os amores de minha vida e os momentos melhores e os momentos ruins e totalmente triste queria que chagasse ao fim mas meu sorriso confuso começa a abrir e cantar não dá pra ficar com raiva de quem já cheguei a amar e voltando só com o violão nas costas fiquei tristonho e risonho de saber a resposta de porque eu fui sozinho pra rua contar passo a passo sair pra procurar a lua mas vendo a nuvem de neblima que me fechou não me amedrontei e comecei a sentir dor mas masoquista romântico que sou se posso me chamar assim eu lembrei que eu sai pra te encontrar dentro de mim!

Caique Maciel Arruda

sábado, 19 de novembro de 2011

Oração do Skatista

Skate nosso que estais nos pés, fassa santificado ser o nosso dia, para que seja feita nossas manobras, assim nas pistas como nas ruas. O chão nosso de cada dia não nos dai hoje, perdoai nossas manobras mal feitas asssim como perdoamos os tombos ocorridos. Não estoure o rolamento e nos deixe na mão e livrai-nos de qualquer vácuo que nos leve ao chão. Amém.

Caique Maciel Arruda

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Menina dos meus Olhos

Amo estar em sua presença, é triste e pálido quando você se ausenta, a aceleração abaixa e a saudade aumenta, meus olhos se abaixam e minha mente pensa, aonde foi sua presença, fico a pensar assim, vi que foi pra tão longe e mesmo assim está perto de mim, sinto sua vibrações e lembro dos seus sorrisos, coisas que fazem homens perderem os juizos, mas logo digo, não o perco e fico atento a seus gestos cheirosos e a doce talento de me deixar bobo sempre que conversso serio olhando em seus olhos tão lindos e tão certos e a incerteza começa a tomar conta de mim, será que existe um alguém assim e isso se concretiza quando perco o piso com seu abraço q me faz ser mais do que emotivo, eu te amo é pouco pro pouco tempo que nos conhecemos, lembro da primeira vez que nos conhecemos, sentados embaixo de uma árvore ao ar livre, logo após assistindo um filme, lembro disso como se fosse ontem da linda e bela imagem de te ver nascer no meu horizonte, e agora está mais do que inesquecivel na minha mente, eu te amo de ponta cabeça só pra ser diferente!

Caique Maciel Arruda

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Alta Frequência

Estava tão próxima de você e, ainda assim, eu não me movi. Falando assim até parecia facíl vencer a distância e ficar frente a frente com você. Eu sabia que não era. Fiquei apenas ali, te observando. Tentando criar uma melodia para chamar a sua atenção. E se eu disesse que adoro seu jeito de pensar, de falar muitos diriam que eu estou apaixonada, pois meus olhos brilham toda vez que eu falo no seu nome. Mas minhas asas cansaram de lhe perseguir e mesmo assim eu continuo cantando pois a canção me leva até você.

Andressa Alves

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Bruna Furniel


(REFRÃO)


Sorriso de criança, menina adolescente
Ela é tão linda que não sai da minha mente
E seus trejeitos que fazem brilhar o sol
Para o meu bem ela é meu mundo ela é meu mal

Sorriso de criança, menina adolescente
Ela é tão linda que não sai da minha mente
Lindos cabelos pele com cheiro de mel
Sonho real ela é a Bruna Furniel

Quando ela chega seu sorriso contagia, não enteressa se é de noite ou de dia
Meus olhos olham e começo a pensar, se for um sonho não venhão me acordar
Suas malícias e desejos diferentes, seus olhos olhando pra mim diretamente
Pediu um desejo que eu posso realizar, não sou um gênio mas escute meu cantar

(REFRÃO)

Sorriso de criança, menina adolescente
Ela é tão linda que não sai da minha mente
E seus trejeitos que fazem brilhar o sol
Para o meu bem ela é meu mundo ela é meu mal
Sorriso de criança, menina adolescente
Ela é tão linda que não sai da minha mente
Lindos cabelos pele com cheiro de mel
Sonho real ela é a Bruna Furniel

E  o seu toque que causa meus arrepios, ela é o desejo e o pecado dos meninos
E sempre linda ela não faz diferente, dá tchau e sai com o aparelhos entre os dentes
E a mulecada apaixonada que te olha, vem e pergunta porque você foi embora
Tipo assim; -Cadê a Bruna Furniel? - Ela é um anjo acho que ela foi pro céu

(REFRÃO)2x


Sorriso de criança, menina adolescente
Ela é tão linda que não sai da minha mente
E seus trejeitos que fazem brilhar o sol
Para o meu bem ela é meu mundo ela é meu mal
Sorriso de criança, menina adolescente
Ela é tão linda que não sai da minha mente
Lindos cabelos pele com cheiro de mel
Sonho real ela é a Bruna Furniel

Caique Maciel Arruda - Te Amo!

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Flor de asfalto!

Se essa rua, se essa rua fosse minha, não mandava, não mandava asfaltar pra nascer lindas flores dentre a grama para o meu, para meu amor passar!

Caique Maciel Arruda