Follow by Email

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Uma Peça de Teatro

"Ela":-Tenho medo de perde-la não só pra você como para qualquer um!
"Ele":- Medo de perde-la pra mim? Pois se for o caso, pra mim, pode ficar aliviada não que eu não possa quere-la mas não sei sabe eu sou um cara filho da puta tão só que nem as baratas desejam minha companhia as únicas coisas que eu realmente tenho como companheiras são meus cadernos minhas notas no violão e algumas palavras bem escritas só isso, só isso, só, e ainda assim as vezes algumas cordas me estouram, algumas notas saem erradas e as palavres bem escitas viram borrões com o cair das minhas lágrimas e eu ainda continuo com só isso, só isso, só!
"Ela":-Não sei, eu nunca ouvi nada tão, tocante, entende-me !
"Ele":-Sim, mas se é oque lhe interessa deixe-me dizer; é só a verdade do pouco que sinto!
"Ela":-...hum...
"Ele":-Desculpe-me, são as mais seinceras palavras que lhe devo nesse momento pois não devia ter despejado isso em você, agora como se você fosse um vaso simplesmente a enchi de compaixão, e não preciso disso, me desculpe!



Caique Maciel Arruda

Moral da História: Em um quebra cabeça sempre há peças soltas as quais você pode juntar e moldar o seu desenho perfeito mas há sempre também a peça perdida que o deixa incompleto pro resto de sua vida!!!

sábado, 22 de outubro de 2011

Senso Comum!

Quando descubriram que o funeral do herói seria feito acredita no que pensaram, em novos vilões pois o heroismo é fruto da sociedade!

Caique Maciel Arruda

Magia

E da cartola do mágico saiu um dragão pra quem consegue enchergar pros que não sobrou uma pomba branca e simples sem a verdadeira mágica!

Caique Maciel Arruda

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Destino

ELE anda cansado das baladas e dos casos furtivos sem sentimentos. Aprendeu a gostar da própria companhia, sem precisar estar em uma turma de amigos todos os sábados. Decidiu que quer um amor verdadeiro… que pode nem ser eterno, mas que traga um sabor doce às suas manhãs, que seja a melhor companhia para olhar a lua. Que ele possa exibir os seus dons na cozinha e o seu conhecimento em vinhos, só para ela.
Quer uma mulher que ele reconheça pelo cheiro dos cabelos, pelo toque dos dedos, pela gargalhada que vai ecoar pela casa transformando um domingo sem graça, no melhor dia da semana. Quer viver uma paixão tranqüila e turbulenta de desejos… quer ter para quem voltar depois de estar com os amigos, sem precisar ficar “caçando” companhias vazias e encontros efêmeros. Quer deitar no tapete da sala e ficar observando enquanto ela, de short jeans, camiseta e um rabo de cavalo, lê um livro no sofá, quer deitar na cama desejando que ela saia do banho com uma lingerie de tirar o fôlego.
Quer brincar de guerra de travesseiros, até que o perdedor vá até a cozinha pegar água. Quer o poder que nenhum dos seus super heróis da infância tiveram… o poder de amar sem medo, sem perigo e sem ir embora no dia seguinte.
Quer provar que pode fazer essa mulher feliz!

ELA quase deixou de acreditar que seria possível ter vontade de se envolver novamente. Foram tantas dores, finais, recomeços e frustrações que pensou em seguir sozinha para não mais se machucar. Então percebeu que a vida de solteira já não está fazendo tanto sentido. Decidiu que quer um amor verdadeiro… que pode nem ser eterno, mas que possa acordá-la com um abraço que fará o seu dia feliz, quer um homem que ela possa cuidar e amar sem receios de que está sendo enganada. Quer a alegria dos finais de semana juntinhos, as expectativas dos planos construídos, o grito de “gol” estremecendo a casa quando o time dele estiver ganhando… a cumplicidade em dividir os segredos.
Quer observá-lo sem camisa, lendo o jornal na varanda… quer reclamar da bagunça no banheiro, rindo e gritando quando ele revidar puxando-a para o chuveiro, completamente vestida.
Quer a certeza de abrir a porta de casa e saber que mesmo ele não estando, chegará a qualquer momento trazendo o brigadeiro da doceria que ela gosta tanto. Quer beijar, cheirar, morder, beliscar e apertar para ter certeza que a felicidade está ali mesmo… materializada nele.
Quer provar que pode fazer esse homem feliz!

ELES estão por aí… sonhando um com o outro… talvez ainda nem se conheçam… mas é só uma questão de tempo, até o destino unir essas vidas que se complementam e estão ávidas para amar e fazer o outro feliz.
Ou alguém duvida que o universo traz aquilo que desejamos?

Autor Desconhecido

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Salva Vidas

Um dos motivos pra mim continuar é porque eu tenho um barco e tem pessoas se afogando que precisam de uma mão!

Caique Maciel Arruda

Manipilação!

Lapidaram minhas palavras, cortaram minha lingua e moldaram minha mente, olha eu produzindo o som que eles preferem ouvir o silêncio !

Caique Maciel Arruda

Uma Sexta Básica

-Pra onde vão essas gigantes formigas, que trabalham duro tão pequeninas, não carregam o peso da cruz nem da fadiga mas carregam 10x o peso de sua comida, pra onde vão essas gigantes formigas!

Caique Maciel Arruda

domingo, 16 de outubro de 2011

Qual é seu maior Sonho?

Não sei, todo mundo sonha, é impossivél achar o 'melhor' sonho. Todo sonho é um sonho.

Bruna Aparecida Tribosse Furniel

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Falsos Sorrisos

As vezes todo esse brilho dos meus sorrios foram lustrados com lágrimas banhadas em sofrimentos!

Caique Maciel Arruda

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

LÁ MAIOR - Dedicada ao MAESTRO

Lá na plenitude
De uma outra dimensão,
Límpida e serena
É ungido seu bastão

Lá ele se encontra
E contempla nesta hora
Luzes alvas cintilando
Aqui são vistas
muito embora

Lá onde ele chega,
Não há guerras nem fronteiras,
E o que invade-lhe o sangue,
São louvores! são qual fores...

Que percorrem suas veias
carregando a alma inteira,
E alcançando-lhe as mãos...
Tendo a paz por companheira!

Lá ele adormece
E aqui só volta num repente,
Quando o aplauso incandescente
Diz um Bravo! Dando vivas...

Contemplando os que tocam,
Vem de um sonho! Toda a arte!
E o maestro e seu bastão...
Um espetáculo à parte!
 MARISA GOMES (Barretos)