Follow by Email

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Pelos Dourados

Você tem olhos incertos sobre oque você mesma é, quer que eu te diga, você é a mistura de um anjo moreno com uma mortal que dá inveja aos demônios mais lindos, seus pelos dourados são resquicios do ouro que é seu coração, seu lábio é um mar de desejos aos olhos dos homens pecadores, e sua voz é a música preferida que encanta os marujos até a beira do mar que é sua beleza que os sufoca, você é sonho que nasce nos cabelos embolados de Deus, é felicidade linda com um sorriso perfeito, você é a maravilha que não pode ser exposta porem é a exposição de mulher mais maravilhosa que já encontrei, seu sorriso é é lindo como o por do sol e seu choro enigmático como os contos de pitaras, suas vontades tão loucas e tão simples que seus pensamentos não pegam direção e sua buçula aponta para o coração dos apaixonados.

Caique Maciel Arruda

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Lágrimas de Amor

Choraram por minha causa umas quatro ou cinco vezes é mentira se eu falar que sumido não chorei por vocês andando desnorteado pela rua cinzenta assisti de camarote uma quase oitenta vezes, e no solo com meu violão via cada gota de chuva se misturando ao chão com minhas lágrimas e desejo com vendo a calçada suja minha voz já rouca vendo a calçada suja, correndo longe de casa já viajando sentado nem me importava com a chuva deixando o violão molhado o coração jogado ao chão já despedaçado igual o papel da música que eu tinha inventado mas o mesmo não me deixava esquecer a batida da música que cantava os amores de minha vida e os momentos melhores e os momentos ruins e totalmente triste queria que chagasse ao fim mas meu sorriso confuso começa a abrir e cantar não dá pra ficar com raiva de quem já cheguei a amar e voltando só com o violão nas costas fiquei tristonho e risonho de saber a resposta de porque eu fui sozinho pra rua contar passo a passo sair pra procurar a lua mas vendo a nuvem de neblima que me fechou não me amedrontei e comecei a sentir dor mas masoquista romântico que sou se posso me chamar assim eu lembrei que eu sai pra te encontrar dentro de mim!

Caique Maciel Arruda

sábado, 19 de novembro de 2011

Oração do Skatista

Skate nosso que estais nos pés, fassa santificado ser o nosso dia, para que seja feita nossas manobras, assim nas pistas como nas ruas. O chão nosso de cada dia não nos dai hoje, perdoai nossas manobras mal feitas asssim como perdoamos os tombos ocorridos. Não estoure o rolamento e nos deixe na mão e livrai-nos de qualquer vácuo que nos leve ao chão. Amém.

Caique Maciel Arruda

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Menina dos meus Olhos

Amo estar em sua presença, é triste e pálido quando você se ausenta, a aceleração abaixa e a saudade aumenta, meus olhos se abaixam e minha mente pensa, aonde foi sua presença, fico a pensar assim, vi que foi pra tão longe e mesmo assim está perto de mim, sinto sua vibrações e lembro dos seus sorrisos, coisas que fazem homens perderem os juizos, mas logo digo, não o perco e fico atento a seus gestos cheirosos e a doce talento de me deixar bobo sempre que conversso serio olhando em seus olhos tão lindos e tão certos e a incerteza começa a tomar conta de mim, será que existe um alguém assim e isso se concretiza quando perco o piso com seu abraço q me faz ser mais do que emotivo, eu te amo é pouco pro pouco tempo que nos conhecemos, lembro da primeira vez que nos conhecemos, sentados embaixo de uma árvore ao ar livre, logo após assistindo um filme, lembro disso como se fosse ontem da linda e bela imagem de te ver nascer no meu horizonte, e agora está mais do que inesquecivel na minha mente, eu te amo de ponta cabeça só pra ser diferente!

Caique Maciel Arruda

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Alta Frequência

Estava tão próxima de você e, ainda assim, eu não me movi. Falando assim até parecia facíl vencer a distância e ficar frente a frente com você. Eu sabia que não era. Fiquei apenas ali, te observando. Tentando criar uma melodia para chamar a sua atenção. E se eu disesse que adoro seu jeito de pensar, de falar muitos diriam que eu estou apaixonada, pois meus olhos brilham toda vez que eu falo no seu nome. Mas minhas asas cansaram de lhe perseguir e mesmo assim eu continuo cantando pois a canção me leva até você.

Andressa Alves

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Bruna Furniel


(REFRÃO)


Sorriso de criança, menina adolescente
Ela é tão linda que não sai da minha mente
E seus trejeitos que fazem brilhar o sol
Para o meu bem ela é meu mundo ela é meu mal

Sorriso de criança, menina adolescente
Ela é tão linda que não sai da minha mente
Lindos cabelos pele com cheiro de mel
Sonho real ela é a Bruna Furniel

Quando ela chega seu sorriso contagia, não enteressa se é de noite ou de dia
Meus olhos olham e começo a pensar, se for um sonho não venhão me acordar
Suas malícias e desejos diferentes, seus olhos olhando pra mim diretamente
Pediu um desejo que eu posso realizar, não sou um gênio mas escute meu cantar

(REFRÃO)

Sorriso de criança, menina adolescente
Ela é tão linda que não sai da minha mente
E seus trejeitos que fazem brilhar o sol
Para o meu bem ela é meu mundo ela é meu mal
Sorriso de criança, menina adolescente
Ela é tão linda que não sai da minha mente
Lindos cabelos pele com cheiro de mel
Sonho real ela é a Bruna Furniel

E  o seu toque que causa meus arrepios, ela é o desejo e o pecado dos meninos
E sempre linda ela não faz diferente, dá tchau e sai com o aparelhos entre os dentes
E a mulecada apaixonada que te olha, vem e pergunta porque você foi embora
Tipo assim; -Cadê a Bruna Furniel? - Ela é um anjo acho que ela foi pro céu

(REFRÃO)2x


Sorriso de criança, menina adolescente
Ela é tão linda que não sai da minha mente
E seus trejeitos que fazem brilhar o sol
Para o meu bem ela é meu mundo ela é meu mal
Sorriso de criança, menina adolescente
Ela é tão linda que não sai da minha mente
Lindos cabelos pele com cheiro de mel
Sonho real ela é a Bruna Furniel

Caique Maciel Arruda - Te Amo!

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Flor de asfalto!

Se essa rua, se essa rua fosse minha, não mandava, não mandava asfaltar pra nascer lindas flores dentre a grama para o meu, para meu amor passar!

Caique Maciel Arruda

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Uma Peça de Teatro

"Ela":-Tenho medo de perde-la não só pra você como para qualquer um!
"Ele":- Medo de perde-la pra mim? Pois se for o caso, pra mim, pode ficar aliviada não que eu não possa quere-la mas não sei sabe eu sou um cara filho da puta tão só que nem as baratas desejam minha companhia as únicas coisas que eu realmente tenho como companheiras são meus cadernos minhas notas no violão e algumas palavras bem escritas só isso, só isso, só, e ainda assim as vezes algumas cordas me estouram, algumas notas saem erradas e as palavres bem escitas viram borrões com o cair das minhas lágrimas e eu ainda continuo com só isso, só isso, só!
"Ela":-Não sei, eu nunca ouvi nada tão, tocante, entende-me !
"Ele":-Sim, mas se é oque lhe interessa deixe-me dizer; é só a verdade do pouco que sinto!
"Ela":-...hum...
"Ele":-Desculpe-me, são as mais seinceras palavras que lhe devo nesse momento pois não devia ter despejado isso em você, agora como se você fosse um vaso simplesmente a enchi de compaixão, e não preciso disso, me desculpe!



Caique Maciel Arruda

Moral da História: Em um quebra cabeça sempre há peças soltas as quais você pode juntar e moldar o seu desenho perfeito mas há sempre também a peça perdida que o deixa incompleto pro resto de sua vida!!!

sábado, 22 de outubro de 2011

Senso Comum!

Quando descubriram que o funeral do herói seria feito acredita no que pensaram, em novos vilões pois o heroismo é fruto da sociedade!

Caique Maciel Arruda

Magia

E da cartola do mágico saiu um dragão pra quem consegue enchergar pros que não sobrou uma pomba branca e simples sem a verdadeira mágica!

Caique Maciel Arruda

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Destino

ELE anda cansado das baladas e dos casos furtivos sem sentimentos. Aprendeu a gostar da própria companhia, sem precisar estar em uma turma de amigos todos os sábados. Decidiu que quer um amor verdadeiro… que pode nem ser eterno, mas que traga um sabor doce às suas manhãs, que seja a melhor companhia para olhar a lua. Que ele possa exibir os seus dons na cozinha e o seu conhecimento em vinhos, só para ela.
Quer uma mulher que ele reconheça pelo cheiro dos cabelos, pelo toque dos dedos, pela gargalhada que vai ecoar pela casa transformando um domingo sem graça, no melhor dia da semana. Quer viver uma paixão tranqüila e turbulenta de desejos… quer ter para quem voltar depois de estar com os amigos, sem precisar ficar “caçando” companhias vazias e encontros efêmeros. Quer deitar no tapete da sala e ficar observando enquanto ela, de short jeans, camiseta e um rabo de cavalo, lê um livro no sofá, quer deitar na cama desejando que ela saia do banho com uma lingerie de tirar o fôlego.
Quer brincar de guerra de travesseiros, até que o perdedor vá até a cozinha pegar água. Quer o poder que nenhum dos seus super heróis da infância tiveram… o poder de amar sem medo, sem perigo e sem ir embora no dia seguinte.
Quer provar que pode fazer essa mulher feliz!

ELA quase deixou de acreditar que seria possível ter vontade de se envolver novamente. Foram tantas dores, finais, recomeços e frustrações que pensou em seguir sozinha para não mais se machucar. Então percebeu que a vida de solteira já não está fazendo tanto sentido. Decidiu que quer um amor verdadeiro… que pode nem ser eterno, mas que possa acordá-la com um abraço que fará o seu dia feliz, quer um homem que ela possa cuidar e amar sem receios de que está sendo enganada. Quer a alegria dos finais de semana juntinhos, as expectativas dos planos construídos, o grito de “gol” estremecendo a casa quando o time dele estiver ganhando… a cumplicidade em dividir os segredos.
Quer observá-lo sem camisa, lendo o jornal na varanda… quer reclamar da bagunça no banheiro, rindo e gritando quando ele revidar puxando-a para o chuveiro, completamente vestida.
Quer a certeza de abrir a porta de casa e saber que mesmo ele não estando, chegará a qualquer momento trazendo o brigadeiro da doceria que ela gosta tanto. Quer beijar, cheirar, morder, beliscar e apertar para ter certeza que a felicidade está ali mesmo… materializada nele.
Quer provar que pode fazer esse homem feliz!

ELES estão por aí… sonhando um com o outro… talvez ainda nem se conheçam… mas é só uma questão de tempo, até o destino unir essas vidas que se complementam e estão ávidas para amar e fazer o outro feliz.
Ou alguém duvida que o universo traz aquilo que desejamos?

Autor Desconhecido

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Salva Vidas

Um dos motivos pra mim continuar é porque eu tenho um barco e tem pessoas se afogando que precisam de uma mão!

Caique Maciel Arruda

Manipilação!

Lapidaram minhas palavras, cortaram minha lingua e moldaram minha mente, olha eu produzindo o som que eles preferem ouvir o silêncio !

Caique Maciel Arruda

Uma Sexta Básica

-Pra onde vão essas gigantes formigas, que trabalham duro tão pequeninas, não carregam o peso da cruz nem da fadiga mas carregam 10x o peso de sua comida, pra onde vão essas gigantes formigas!

Caique Maciel Arruda

domingo, 16 de outubro de 2011

Qual é seu maior Sonho?

Não sei, todo mundo sonha, é impossivél achar o 'melhor' sonho. Todo sonho é um sonho.

Bruna Aparecida Tribosse Furniel

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Falsos Sorrisos

As vezes todo esse brilho dos meus sorrios foram lustrados com lágrimas banhadas em sofrimentos!

Caique Maciel Arruda

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

LÁ MAIOR - Dedicada ao MAESTRO

Lá na plenitude
De uma outra dimensão,
Límpida e serena
É ungido seu bastão

Lá ele se encontra
E contempla nesta hora
Luzes alvas cintilando
Aqui são vistas
muito embora

Lá onde ele chega,
Não há guerras nem fronteiras,
E o que invade-lhe o sangue,
São louvores! são qual fores...

Que percorrem suas veias
carregando a alma inteira,
E alcançando-lhe as mãos...
Tendo a paz por companheira!

Lá ele adormece
E aqui só volta num repente,
Quando o aplauso incandescente
Diz um Bravo! Dando vivas...

Contemplando os que tocam,
Vem de um sonho! Toda a arte!
E o maestro e seu bastão...
Um espetáculo à parte!
 MARISA GOMES (Barretos)
 

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Traidor

Vou lhe abraçar depois vou lhe insultar olhando em seus olhos
Acariciando e beijando sua face vil para lhe escarrar
a necessidade que eu tenho de te ter em minhas mãos
A lama nos espera miseravel traidor
Toma minha quimera como o seu ultimo suspiro
Eu causo sua ferida e não exste remédio pra essa dor
A mão que lhe afaga é a mesma que irá lhe apunhalar
a fera não irá se retirar enquanto puder atarcar!

Caique Maciel Arruda

Um Brinde Aos Fracassados

Ainda me perco em Choros,
Ainda Sofro.
Mas me Sinto Mais Forte Melhor,
Não Me arrependo de uma flecha lançada,
não me arrependo do alvo que acertei,
Mais arrependo da ferida que causei.
Você Pode me achar Fracassado,
Pode querer Discutir Sobre,
querendo me apunhalar,
Para min serve de alerta.
Não levo seu Odio Nas Minhas Costas,
Não irei plantar a Guerra,
Pois as sementes Da guerra irão  gerar a vingança.
Seus Conceitos Não são iguais o meu,
Não quero que se atordoe Como eu.
Quero que se sinta Realizado,
Ao Receber Uma Flechada minha,
Pois Me Preocupo Com você.
Hoje estou nesta mesa,
Cercado de amigo,
compartilhando Decepções,
Aos Teus Olhos,
Fracassados...
Aceitando as Diferenças,
Eu Ergo meus Branços,
e encho meus Olhos ao Dizer:
Um Brinde A todos Os fracassados.


Vitor Lopes

Pai

Papai Me desculpa,
por não rezar Por vc todas as noites,
Me Desculpe,
Por eu estar crescendo da forma mais errada,
Eu sonhei com você esta noite.
Eu te perdi ha muito,
muito tempo,
Mas me recordo de seu rosto,
Suas Brincadeiras,
Seu Amor.
Não aceito isso até Hoje,
Ainda Era Novo,
Foi em maio em uma noite,
Dois Dias depois de seu aniversário,
Eu via Toda Sua Dor,
Me Mordia de Aflição,
Ainda Recordo as Cenas aos meus 16 anos.
Não é facil.
Você Nunca esteve perto de mim.
Você está por perto,
Eu sinto,
pelos Corredores,
Ao fechar os Olhos.
Papai eu sei que tudo nessa Vida Tem Um valor,
Nada é Insubstituivel,
Por isso Sinto Sua Falta,
Por isso te amo.

Vitor Lopes

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Ritimo e Poesia

O governo de hoje em dia
Toca nosso coração
Mandam livros e apostilas
Pra melhorar a educação
Mas melhoraremos com
Sem uma preparação
E com esse peso nas costas
Os levamos de empurrão
No terceiro encurralados
O mundo nos apavora
Trabalho e faculdade
É oque está além da escola
É agora quão agora
Sei não tarda chega a hora
De aprender a rir chorando
Dizer adeus e ir embora
Tempo louco, mundo louco
Que não voltará jamais
Agora sinto a pressão
A qual diziam os meus pais
Sofridos trabalhadores
O qual o sorriso se faz
Ao vez o filho estudando
Assim eles descançam em paz

Da menina com desejo de amor
Eu quero um beijo no rosto

Do governo eu só espero
Fazer valer o meu imposto.

Caique Maciel Arruda

Malas Prontas

Já estou pronto para uma nova vida. Peguei as coisa que mais me interessam como meus pensamentos, papel, caneta, coragem e vontade, e prontamente estou de partida. Vou atrás de uma vida mais vivida, vou colher flores  que chorem minha partida e chorar lágrimas que lembrem minha chegada. Cansei de ser o mesmo, não que me mantenha assim, só cansei de ser eu e não sei mais o que esperar de mim, vou me procurar em qualquer esquina por ai, vou prostituir minha literatura, vou cantar meus poemas e viver a liberdade de errar. Cansei-me de viver dias de outono, verão, primavera ou inverno, todos os dias  eu piso no mesmo inferno. Eu mudo o mundo não  e sempre eu continuo errado. Certamente minha minha minha foto três por quatro não me deixa mentir ainda sou eu mesmo com o mesmo nome fechado em uma foto na minha carteira que coloco no meu traseiro mas o que não enxergam é que minha fronteira não está na nacionalidade da minha carteira de identidade e que meus horizontes vão além da barreira dos sonhos e que mantenho os olhos fechados para avaliar meu estado de espírito. Deixarei para traz tudo que me incomoda, acho que começarei por mim mesmo. O mais engraçado disso é eu ver minha vida ir embora de malas prontas e perceber que não posso detê-la em seu curso natural. Velho destino, venho eu lhe dizer: Estou de malas prontas!

Caique Maciel Arruda

Pessoas sempre se vão



Não pensei que seria tão dificil assim, você não está aqui. Acho que não existe uma coisa que não me faça lembrar você, isso dói tanto, saber que você se foi de verdade. Que eu não vou poder mais olhar nos seus olhos como antes e sorrir toda desajeitada, que eu não vou mais poder acariciar o teu rosto, não vou mais poder te sentir, te tocar, te ter aqui. Eu realmente não sei o porque de tudo isso estar acontecendo comigo, você chegou e transformou tudo, você transformou o meu mundo inteiro e depois foi embora. Não, você não foi como os outros, é como se o teu nome tivesse sido gravado com navalha na minha pele, no meu coração. Você não tem idéia desse sentimento, ninguém tem, eu não tenho.. Mas dói tanto. Dói eu não conseguir mais olhar nos teus olhos, não conseguir te ver, não conseguir aceitar que você não está mais comigo, não faz mais parte da minha vida, não se importa mais, como se eu fosse uma outra qualquer, como se eu só tivesse passado pela tua vida, como se eu não fosse nada. Estou aqui ás 02:55 am outra vez não consegui dormir, acho que a hora de dormir é a pior hora, é a hora que tudo volta em minha mente, toda a história, todos os beijos inclusive o primeiro, a primeira briga, o primeiro abraço, o primeiro "Eu te amo", as primeiras promessas. Eu não consigo me desligar disso tudo, eu finjo não me importar, finjo não ligar, para todos, para você, pois é assim que você faz. As minhas maiores dúvidas, me atormentam sempre, será que perdemos tudo isso por bobeira? Será que foi melhor? Porque você é tão importante assim para mim? Porque você singnifica um mundo? E eu significo tão pouco para você.. Me pergunto todos os dias se eu quero me desligar disso tudo mesmo, se eu quero jogar tudo isso fora, afinal eu jurei para mim mesma há tempos atrás que eu não me apaixonaria mais, que eu não iria mais sentir coisas do tipo e eu estava conseguindo, até conhecer você. Eu queria não ter colocado nenhum sentimento nisso, queria mesmo. Pois agora eu seguiria em frente sem dano nenhum e você também. Mas você me fez viva de novo. Eu consigo ao máximo desfarçar tudo isso, tudo.. Mas acho que não está dando certo. A cada dia que passa isso me sufoca. Alguma coisa me impede de ir embora. Você realmente é o meu ponto fraco. Você é.. tudo.

Jeniffer Cristina Diniz

Terra minha

Pessoas dizem que eu sou bom, que eu escrevo bem, que sou legal, que eu vivo feliz, simplesmente o que as mesmas não notam é que meu espelho reflete minha pura e completa incompetência, todos os meus defeitos, eu sou totalmente imperfeito aos meus olhos, e meus defeitos me deleitam sempre que podem e eu caio em prantos aleatórios em um copo e outro dentre as sete vidas das ruas da cidade. Aos olhos de outros sou simplesmente um anjo e aos meus um mero mortal com pecados capitais tão perversos que só de eu pensar em como sou já estou direto no inferno. A única diferença é que eu venho de um mundo excluído pelos iguais, eu sou diferente e em terra minha quem tem olho não quer ver a verdade, quem sabe a verdade não tem boca e quem ouve sussuros da verdade causam ranhuras nas paredes e morrem de medo.

Caique Maciel Arruda

Perdida queria esquecer!

 A verdade é que ela estava perdida, totalmente perdida em si mesma, na sua própria dor. Havia coisas das quais ela não entendia, por mais que tentasse ela não conseguia entender o "Porque". Ela o procurava em todos os cantos, em cada nova pessoa, em cada novo sorriso. Ela queria um pouco mais dele, um pouquinho mais. A dor era grande. Ela não conseguia se encontrar, não havia mais sentindo para aquilo tudo, simplesmente não havia mais sentido. Ela só queria se esquecer.

Jeniffer Cristina Diniz

Se foi

As coisas estão dificeis agora que você se foi. É, você realmente se foi. Talvez ninguém saiba, ninguém precisa saber, que você foi a minha melhor invenção. Havia muito tempo que eu não sentia isso, apesar de todas as coisas, você fez com que eu me sentisse viva. É que eu simplesmente tinha me esquecido que aqui dentro há um coração, pois é, ele começou a bater mais forte depois de você, ele ficou partido depois de você. É tão dificil quando a coisa que você mais quer está longe, longe dos seus olhos, do teu toque, longe de você. Você está longe agora, de corpo e alma. Mais de alguma forma eu ainda te sinto aqui, você ainda está em mim e a cada dia isso aumenta. Você me fez viva e se foi. Talvez seja esse o destino, o fim. É tão dificil dizer adeus quando se quer ficar, é quase impossivel. É tão dificil estar em mil pedaços e continuar em frente. É realmente dificil sem você.

Jeniffer Cristina Diniz

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Eu vi minha morte

Aconteceu no dia mais lindo, praticamente, da minha vida se ta ligado. Eu estava ali na praça da primavera e vinha caminhando, ao chegar na rua da minha casa o sol ainda estava descendo o horizonte e as árvores estavam muito lindas, eu havia encontrado meu amor em frente a minha casa me esperando foi quando lá sentei e conversamos durantes anos, sim parecia que foi além do tempo essa conversa,  sorriamos e lá eu estava muito feliz pra mim era o melhor dia da minha vida. Ela estava indo embora e eu fui com ela até o ponto de ônibus, parecia que aquela tarde de primavera nunca iria acabar, que seria eterno quando ela entrou no ônibus e se foi sorrindo. Enquando eu estava voltando pra minha casa observei dois homens passarem de moto e atirarem direto na minha cabeça foi quando eu morri e me vi morrer e por incrivel que pareça quando eu vi meu corpo no chão eu simplesmente não tive reação alguma, sentei ao lado do meu corpo e passei os dedos sobre meu sangue, eu havia morrido mas ainda estava ali, parado, sentado, pra abraçar e deliciar aquela morte era lindo e trágico. Quando fui percebendo que tinha deixado a todos, que eu havia deixado todos que amo pra traz começei a chorar, eu chorava que parecia não acabar mais meu pranto, minha consciência me surpreendeu com todos os meus momentos felizes que eu nunca mais poderia ter, com todos os eu te amo que nunca mais poderia falar pra nenhum de meus amores, com tudo e como se fosse uma carona vejo um homem rude porem simpático de preto em uma ferrari velha, preta, que me dizia se eu aceitaria uma carona de um velho solitário e eu aceitei, dentro do carro percebi que aquilo ou aquele era a morte, a morte me dando carona e quando percebi isso comecei a sorrir e dizer ha tempos que te esperava amigo, e sem demora perguntei, pra onde vamos e ele sorriu pra mim e me abraçou dizendo não posso te contar essa carona é pra você nunca mais voltar você irá a algum lugar, eu perguntei qual, céu ou inferno e ele me respondeu com um olhor intremulo que nada ela podia dizer que depois que a morte te busca só o tempo lhe dirá pra onde você irá. Em sorrisos deliriantes eu olhei pra ele e somente disse que ficava feliz que os últimos dias eu tenha passado com a pessoa que amo. Eu tenha passado com meu amor.

escrito e sonhado por Caique Maciel Arruda

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Sem predir, sem querer, morte e não vida

A vida é estranha, apartir do momento que nascemos muitos fingem viver e outros vivem fingindo porem eu não nasci para morrer, pois se percebe que isso é um principio básico da morte nascemos para morrer e não para viver, e tendo isso em mãos a morte se torna prazerosa, vejo muitos dizerem isso irá me matar ou também aquilo vai me matar, eu estou triste, a vida está dificil ou ainda mesmo a reclamar com Deus eu não pedi pra nascer acabando o descurso em leito dizendo que queria estar morto porem quando posto a frente da morte treme e ainda assim chama o nome de Deus para salva-lo, mas pra que? Pessoas que ficam reclamando da vida temem a morte e pessoas que vivem a morte não temem a vida. A morte é um ponto simples e muitas pessoas que nascer sem pedir e jogam isso na cara de Deus choram sem querer morrer. Simplesmente amo minha morte e a aguardo muito ancioso pois minha morte até agora anda a me servir bem. VIVO SEM QUERER MORRO SEM PEDIR EIS QUE VIVO MINHA MORTE E NÂO MINHA VIDA.

Caique Maciel Arruda

V de Vingança

"Não se deve contar com a minoria silenciosa, pois o silêncio é algo frágil. Um ruído alto... e está tudo acabado. O povo está amedrontado e desorganizado demais. Alguns tiveram a oportunidade de protestar, mas foram como vozes gritando no deserto. O Barulho é Relativo ao Silêncio que o Precede. Quanto Mais Absoluta a Quietude, Mas Devastadoras as Palmas."

V de Vingança

sábado, 10 de setembro de 2011

Debaixo de minha pela tem um herói da classe baixa tentando não chorar.

Caique Maciel Arruda

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Ao deitar sinto o toque das suas mãos mas quando acordo vejo, é tudo ilusão
porem sei que nada é em vão, que tudo que sinto que penso e que sonho contigo pode e vai tornasse realidade nem que demore dias, mêses, anos mais vou te encontrar onde as minhas mãos não podem chegar.
Amor quatro letras que tem muito significado 
Uma palavra, Um sentimento que todos sentimos
Amar é encontrar na felicidade do outro sua própria felicidade
Como diz o cazuza ‘’Nossas vidas forram traçadas’’.

Maryana Honorio Shiba

O Tempo

Acordo e penso que o relógio está contra mim, já não sei o que fazia antes, já não encontro outra pessoa que pode me deixar feliz ou triste que nem você deixou, já não sei o que mudou mas nada parece realmente igual como era antes. Talvez você devesse entender que desculpas não vão fazer diferença , nada voltará a ser como era antes, tem uma hora que  você canssa e desiste , não por falta de coragem ou medo, mas sim por não aguentar mais sofrer. Caminhando sozinha por uma rua um garoto me grita, ei espere, olho para trás e ele simplesmente me abraça e apenas diz até quando você vai esconder suas lágrimas com esse sorriso? Eu simplesmente olho para ele e falo, qualquer um pode me fazer sorrir, mas nem todos podem me fazer feliz. O garoto me olha e dis posso ajudar?Eu com um sorriso no rosto olho e falo, nunca chore diante de pessoas que não entendem o significado de suas lágrimas, amar é como um arte nem todo e mundo serve pra ser um artista.

Maryana Honorio Shiba

Meu Medo Temporário

O tempo, tenho medo do tempo, de quem ele leva do que ele trás do que ele apaga do que ele refaz
os dias passam tão rápido e o que antes era rodina hoje e apenas saudade
o tempo pode curar um coração partido mais ele deixa cicatrizes
o tempo nos afasta, nos aproxima será que o tempo e tão ruim assim? O tempo, tenho medo do tempo.
 
Maryana Honorio Shiba

Lágrimas

Apenas mais uma garota que chora todas as noites sem saber, apenas com um coração quebrado machucado cheio de cicatrizes mas o lado bom de chorar e que quando a dor some você se sente mais forte. 

Maryana Honorio Shiba

Resposta Diferente

Às vezes fazemos perguntas das quais nós mesmos já sabemos as respostas, mas queríamos que fossem diferentes do que pensamos. Porem isso não quer dizer que elas não possam ser mudadas.
Afinal eu faço o  meu futuro.
 
Maryana Honorio Shiba

Corda Bamba

As vezes o medo que sentimos de nos apaixonar, seja pelo fato de termos medo de nos magoar. Esse medo faz com que nossas escolhas nem sempre sejam as mais corretas ou nem sempre nossas atitudes sejam as melhores, mas faz com que nossos sofrimentos sejam menores, pois a pessoa que você ama nem sempre sente o mesmo por ti, fazendo com que a dor seja tão grande e impossível de controlar e a única saída seja não se iludir, guardar esse sentimento de forma que com o tempo você talvez não esqueça essa pessoa mais encontre alguém que te faça feliz alguém com quem você sente que gosta realmente de você e que fará de tudo para não te magoar.

Maryana Honorio Shiba

Aposta Errada

Em uma noite só, passei a enchergar  as coisas de uma outra forma   que nunca imaginara ver.
E nessa mesma noite descobri que não valia a pena apostar no cavalo errado.
Ou na pessoa errada.Talvez isso não faça diferença ser considerado cavalo ou pessoa.
Acho que é mais provável que cavalo seja menos idiota.É muito fácil você beber um copo de cerveja e motivar todas suas loucuras na tristeza.Você não vai afogar as mágoas em um copo de bebida.
Pelo contrário,você só irá tornar a ferida maior.É normal você ficar com o coração partido e se revoltar.
Só que eu descobri que passei dessa fase já.E que é besteira ficar se desgastando por pouco.
Às vezes você se revolta por quem te dá menos valor do que uma moeda e é verdade.Não tenho porque me revoltar. Tomei essa decisão como lição.'Vamos seguir em frente ?'E eu fui.Não vou simplesmente largar tudo pra trás.Vou continuar perto de tudo. Inclusive das coisas (pessoas) que tinham o costume de me magoar.
Só vou passar a não dar esse gosto à elas. Nem vou mostrar nada a ninguém.A não ser a mim.
Vou mostrar a mim mesma que posso ser muito mais.E que o meu significado é maior do que as pessoas costumavam me mostrar.Não quero e nem preciso  de nimguém. 

Maryana Honorio Shiba

Dúvida Certeira

Eu e a minha velha mania de esconder lágrimas atrás de sorrisos e fingir que
está tudo bem quando na verdade a minha vontade é de me expressar com sinceridade
através de atos extravagantes mas não sei como. Não adianta eu
tentar descobrir, pois sei que eu não conseguiria. Queria saber quem
na verdade eu sou, não me entendo, não sei oque eu sinto, não sei oque
eu quero...se algum dia você conseguir me definir em um nome me diga como
conseguiu pois vou querer tentar mas se não conseguir vou ter que  morrer
sem esclarecer essa duvida!
Se um dia eu errar, não me julgue
pois não vai adiatar, na verdade quero errar mais ainda, é como dizem
'' errando que se aprende'' e quero aprender e descobrir mais coisas
que vão além da minha imaginação...quero partir igual a ele, quero
que lembrem de mim como aquela menina que apesar de estar triste
conseguiu fazer muita gente sorrir porem quando não dava mais ela
chorava, apesar de que um dia ela se cansou, pois a suas lágrimas já não
tinham mais sentido e a sua tristeza já não tinha um porque.


Dominik Cristina Siminato Cerqueira

Reformulação do Hino da Indepêndencia


Já podeis, da Pátria filhos,
Ver quão triste a mãe servil,
Já escorre sangue e suor,
No horizonte do Brasil.

Brava gente brasileira!
Sentada e muda está servil,
Fica parada e olhando,
A corrupção do Brasil.

Os grilhões que nos forjava,
Ainda nos prendem e ningúem nota,
Estamos sendo manipulados,
E a solução está nas mãos nossas.

Brava gente brasileira!
Cega e parada está servil,
Não quer abrir os olhos,
Ao que acontece no Brasil.

Não temais ímpias palavras,
Represente seus filhos bastardos,
Sejam nossos gritos de liberdade,
Que são mal interpretados.

Brava gente brasileira!
Surda e putrida está servil,
Ouça o grito que ecoa,
Nos protestos do Brasil.

Parabéns povo dependente,
Que de medo não acendem o pavil,
Não caga e não sai da moita,
Dessa merda que é o Brasil.

Brava gente brasileira!
Escute o filho que essa terra pariu,
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

ANONYMOUS BARRETOS por Caique Maciel Arruda

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Eu tentei

Eu tentei ser perfeito meus pais não entendem eu sem acreditei em mim mesmo. Meus olhos não entendem porque o mundo trabalha rápido caminhando para o abismo porem eu acredito em meus sonhos, porque eu sempre vivi chorando, todos os dias acontecem problemas inacreditáveis, meu sorriso não tem mais remédio e o meu melhor de mim só aparece quando eu estou sozinho. As pessoas só falam eu eu não entendo todos tem sua próprias vidas e resolvem falar de mim, é simples o meu sonho  ter um verão quante porem as flores que plantei morreram todas em meu jardim porem eu acredito em meus sonhos todos acreditam também, todos os dias acontecem tragédias, meusorriso não tem mais remédio e o melhor de mim só vem quando eu estou só.

Caique Maciel Arruda

Risonha Flor Preguiçosa!

Como uma noite de lua minguante seu sorriso me parece o mais puro e sincero, com gosto de quero mais com rosto de querubim com uma imagem de paz seu jeito a faz assim. Linda e bela como uma manhã de segunda-feira, preguiçosa, feiticeira vem como um faca certeira e acerta o coração. Despeja a liberdade gosta de viver, sonha e não pensa em morrer pois a saudade lhe é um lazer, sente mas não quer a ter. Ela ama ser compreendida fica vermelha com conversas atrevidas seus olhos enchem de vergonha e vermelhinha fica risonha. Uma flor que enfeitiça, enlouquece e amaldiçoa porem com sua preguiça fica linda só por ser que é, a mais linda e risonha flor da minha vida.

Caique Maciel Arruda

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Fantasmas

Meus olhos negros como a decomposição das cinzas escuras que voaram com o sporeo do ventos me assusta com velhos e dignos fantasmmas no meio da noite, as lembraças lindas e notórias ainda não sairão da minha cabeça e sabe-se lá se depois que eu morrer as mesmas sumirão. Adoro esses velhos fantasmas ao pé do meu ouvido, adoro-os surrurrando que já os amei e adoro minha certeza lapidando meu coração dizendo que meus amores não me amaram. Sorte deles, se se entregam que nem minha pura alma digna da morte, haveriam ficados loucos com tanta insensatez, e ao mesmo fantasmas desejo a igualdade das calamidades cujo a mim aconteceram e quando isso acontecer, a sim, quando isso acontecer eu tocarei a marcha funebre que sai das canções que compus com meu coração e cada fantasma passará perto de mim e me dirá silênciosos olhares que as trevas dentro da minha luz entenderá que todavia meus encantos ao relento não foram em vão e que todos meus sonhos de primaverá não se realizarão já que chegou o outono outra vez e o frio que derruba as folhas das árvores aquece meu coração ao me deixar saber que o verdadeiro fantasma que assombra amores em dias de luas etílicas sou eu. O escritor fantasma amoroso.

Caique Maciel Arruda

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

666 Infernos

Eu voltei, pra dizer que meu caminho não mudou o meu destino e novamente em um bar pesso outras dozes doses de realidades que meus pais me diziam. Finalmente descobri que sou apenas uma gota em uma cachoeira, e que me chocarei bruscamente e voltarei ao mesmo ciclo. Poucos minutos de emoção que vale pra uma vida toda.
Sonhei com dragões  que cospiam flores sobre mim e me tornará apenas mais um buquê de um jardim e cada flor cabia-me uma qualidade e um defeito, assim como todo buquê que se prese carregava um cartão escrito salve-me.
Quase dezoito e ainda não aprendi a chorar, aos meu dezoito sei lá, estarei congelado e o meu amor tão falso não salvará as belas palavras, poemas e canções que um dia e repito apenas um dia vivi. Mas ainda vivo a solidão de ser tão solitário e só, quase dezoito e um sorriso amargo no rosto, minha juventude eu não namorei, alcei asas muito cedo todavia muito cedo aprendi a voar porem tão bem que não me depus a cair e chorar.
666 vezes eu viajei pro inferno e só fui perto do céu quando estava com meu amor e lembro-me não sorri. Agora toma-me um sorriso insano toma eu e minha alma junto a um gole do surreal.
667 vezes eu fui pro inferno e acredito que o visitarei infinitamente pois é tão o inferno que se faz na minha mente que diminui toda a grandeza que se faz ao meu redor.
Quase dezoito, e desejará ver ou tentar enxergar a verdade nos olhos das pessoas que vivem na verdade dentro da teve. Comunicado do governo a educação atingiu os níveis mais altos, mais altos de inconpetência.
Quase com o pé no céu longe de casa eu lembro meus pais, e com a cabeça inteira contradizendo uma reviravolta infernal contradotória na minha cabeças, todos me veêm sorrindo.
Novamente comprei um cartão de despedida e o entreguei aos meus melhores amigos. É eles não o lerão pois certamente diria assim: "668 vezes, eu vou e não sei se voltarei."

Caique Maciel Arruda

Fora de Orbita

Tarde chuvosa, tempo gelado. Meu coração novamente cega-me em relação aos meus sonhos. Pulsa por todo o meu corpo uma realidade  de estar aqui, de viver aqui, de ser o aqui e o agora, de mover-me a um lugar que sei que outros já chegaram. A vontade, a necessidade que existe dentro de mim é de conhecer todos cantos, contos, canções e caminhos como se ninguém jamais os tivesse enxergado-os, ouvido-os, cantada-as ou caminhado-os. Pixar a rosa dos ventos e pixa-la com os meus próprios pés fingindo que não sei que por cada canto que passe e invente contos que inspirarão canções com verdade retorcida, o fim sempre é o mesmo, e olha eu coltando ao ponto inicial que finda-se ao circular em rota de colisão.
Pego uma faca, furo essa bola, é mundo que a chamam não é, deixo a plana e planejo meu mais novo horizonte ocular . De condução os pés. Creio que todas essas invenções nos fazem perder o belo de uma verdadeira viagem, por exemplo, cansar-se beira a rodovia dos sonhos e deitar-se beira a mesma observando os focos de luzes no céu. Queria eu caminhar lá, tantas vezes cheiguei perto com os olhos fechados; queria me minhas asas mostrassem a mim a rodoviária estelar ou apenas a paradano anel de saturno com galáxias a venda em colares pra poder voltar na orbita terrestre e dizer a minha amiga realidade:
"Baby, os caminhos que os sonhos me ensinaram, levaram-me a um lugar do tamanho do universo."

Caique Maciel Arruda

Borboletas

As borboletas rastejavam-se para viver
Rastejava para sobreviver
Hoje elas voam e são admiradas
Todos os humanos passam por essa situação
E assim será minha superação
Pode acreditar
No futuro tudo dará certo
E olha que está perto
Você tentou fazer o "efeito borboleta"
Mas ele nunca da certo
Quanto mais volta mais vira merda!

Guilherme Pereira da Silva

Alternativas

Pergunta é disso q se vive a vida
o grande problema são as alternativas
elas sim podem contrariar suas espectativas
sim e não palavras tão pequenas
mas podem destruir ou alegrar um coração
respondento positivamente tem seu ponto negaivo
muitas vezes fiquei diante de alternativas
no inicio apareceram duvidas
no final a certeza q estava errado
meu amor foi escravizado..
sem peso na conciencia
eu tento outra vez
só q agora o jogo virou foi vc q errou
e as cartaz estão na mesa
É SÓ VC ESCOLHER A CERTA!

Guilherme Pereira da Silva

Desistência

Muitas promessas desacreditadas
Derrepente a confirmação
Ilusões e palhaçadas
Aconteceram com precipitação
Arrependimentos pesavam na mente
Mas tudo é passado
A solução é seguir em frente
Se fosse facil amar
niguem se machucaria
E esquecer intão...vixe
nem se fala
Possivelmente impossivel
da memoria
Um sentimento inexplicavel
AMOR... até poderia
mas quem sabe ñ é algo mais
sempre queremos
mais mais mais.
Pode até ser menos
simples medo de perdermos
o que sempre acreditamos
desde pequenos
Mas eu ñ sou assim
sou diferente
FODA-SE
sofrer independente...
até chorar, se magoar
o que ñ pode é se deixar levar
por pequenas ilusões, atrações
tudo passa tudo passará
mas tenho certeza
o que nunca, jamais passará
É O AMOR q sinto com destreza
POR VC MINHA AMADA!

Guilherme Pereira da Silva

Gentileza

ANGUSTIADO COM A INDECISÃO
SE DEPARANDO COM UMA BIFURCAÇÃO
CADA CAMINHO LEVA PARA UM POLO
MAIS CONHECIDOS COMO CÉU E INFERNO
A MELHOR DA DECISÕES
SÓ PODE SER ANDAR SOBRE A LINHA
QUE DIVIDE OS MUNDOS
LUGAR CONHECIDO POR MIM COMO PARAÍSO
ONDE NÃO SE DEVE NEM RECEBE COISA ALGUMA
VOCÊ CONSTRÓI SUA VIDA DA MANEIRA QUE QUISER
FAZ SUAS PRÓPRIAS DECISÕES
É AI QUE MEU MUNDO MUDA DE NOME
FICA CONHECIDO COMO TERRA
ONDE ALGUNS "SÁBIOS" APELIDARAM DE INFERNO
POR NÃO SABEREM FAZER SUAS ESCOLHAS
ASSIM COMEÇAM AS DIVIDAS E AS COBRANÇAS
E VOCÊ!!! SÓ VOCÊ PODE
FAZER DO PARAÍSO SEU INFERNO
MAS NUNCA SE ESQUEÇA
SEJA SEMPRE O DIFERENCIADO
FAÇA DO SEU INFERNO UM PARAÍSO PARA TODOS!!

Guilherme Pereira da Silva

Dizima Periódica

Angustiado com o silêncio
Com o jeito de olhar
Louco pra dizer te amo
E te beijar
Com os sentimentos a flor da pele
Mas você me aprisionou em uma camisa de força
Não podendo assim nem te abraçar
Feita com as fibras do PASSADO
Que ainda te aprisionam
Foi tudo como um tele transporte
Fui de amado para reserva do lado
Ao soar o gongo
Ouço o sinal tudo está acabado
Os tentaculos mormuram-se entre sí
E o maximo que acontece é um arrepio
O amor transmite tanta adrelalina
Que o deixa paralizado
A conclusão os tentaculos se contentam
Uns com os outros
Você é a pecadora
E assim está contruindo seu purgatorio
Logo logo
As rosas virarão margaridas
E o julgamento final lhe cobrará
Os bons tempos das vidas passadas!!!!

Guilherme Pereira da Silva

Sinfonia

Maestro regendo a sua orquestra
Com toda sua elegância e classe
Um simples gesto em falso
Pode e irá transformar
Sua sinfonia em fanfarra
O pianista expressando tranquilidade
Uma artrite acabará com o sonho
Violinista muito empolgado
E uma simples nota solta
Lha tirará das dez mais
Pequeno grande skatista
Com grandes sonhos e desejos
Mas com o mundo o reprimindo
Ele assim acaba ficando doente
Dai é que ele tira toda sua garra
Expressando seus sentimentos com raiva
Ela acerta as manobras mais radicais
Planando com o vento vem a coruja
Com o diagnóstico dramático
A doença dele é um caso grave
É um amor mau correspondido
Então as rodas ficam quadradas
A madeira se desintegra
Com amigos a volta
Consegue superar tudo
E acorda de um sonho
O qual era vivido como um pesadelo
Mas agora despertou de um sonho profundo
Flashs ainda o atormentam
Deixando desnorteado e prendido no tempo
Um grande foco de luz
O acerta em cheio
Ele desperta com vontade de viver dessa vez
Ele que viver
E não somente esperar a morte chegar
Destruindo tudo
Agora ele volta a cochilar
Mas pronto para despertar
Sem cair em sono profundo
Pois de agora em diante
Sua vida estará em sinfonia!

Guilherme Pereira da Silva