Follow by Email

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

LÁ MAIOR - Dedicada ao MAESTRO

Lá na plenitude
De uma outra dimensão,
Límpida e serena
É ungido seu bastão

Lá ele se encontra
E contempla nesta hora
Luzes alvas cintilando
Aqui são vistas
muito embora

Lá onde ele chega,
Não há guerras nem fronteiras,
E o que invade-lhe o sangue,
São louvores! são qual fores...

Que percorrem suas veias
carregando a alma inteira,
E alcançando-lhe as mãos...
Tendo a paz por companheira!

Lá ele adormece
E aqui só volta num repente,
Quando o aplauso incandescente
Diz um Bravo! Dando vivas...

Contemplando os que tocam,
Vem de um sonho! Toda a arte!
E o maestro e seu bastão...
Um espetáculo à parte!
 MARISA GOMES (Barretos)
 

Um comentário:

  1. belissimo ... parabens ao blog, cena artistica aqui esta ficando diferenciada ...

    ResponderExcluir