Follow by Email

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Traidor

Vou lhe abraçar depois vou lhe insultar olhando em seus olhos
Acariciando e beijando sua face vil para lhe escarrar
a necessidade que eu tenho de te ter em minhas mãos
A lama nos espera miseravel traidor
Toma minha quimera como o seu ultimo suspiro
Eu causo sua ferida e não exste remédio pra essa dor
A mão que lhe afaga é a mesma que irá lhe apunhalar
a fera não irá se retirar enquanto puder atarcar!

Caique Maciel Arruda

Nenhum comentário:

Postar um comentário