Follow by Email

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Ponte da Imaginação!

A princípio, fixo bem a minha frente um rio negro com luzes de neon e faixas acrobáticas estupefantes e saio a andar pelos orifícios de poças razas mas com uma profundidade intelectual rarissima paro e observo o céu que me contagia como se uma música estivesse sendo composta dentro de mim e sinto vontade de dançar, magicalmente aparece a minha frente duas lindas bailarinas com vestidos muito bem pintados, imagino eu, é outra obra de arte e quando peço o prazer da dança grilhões surgem sobre os pulsos delas e barbaros tomam o lugar gritando e urrando dando ao lugar de dois sorrisos, duas lágrimas celestiais, a princípio meus medos tomam conta de mim porem após cena tão sufocante meus punhos saem a destribuir socos, o medo some e barbaros se acotovelam aos meus golpes e se tornam apenas outros barbudos bebados em cantos de bares, corro ao encontro de minhas fadas pois as libertei e caindo em uma cratéra vejo que elas voam sobre meus pensamentos e gritam um voto de agradecimento porem o buraco no qual cai, e quante e percebo, pareço estar dentro de um dragão do mar porem denro do mesmo em um barco a deriva encontro velhos amigos, uns q se vão e outros que adentram minha embarcação e embreagados sorrimos e em um piscar de olhos, percebo que nada disso aconteceu realmente aos olhos de todos a minha volta e noto que a cegueira de quem encherga não despoe da maravilha da imaginação. Feche os olhos e abra a mente e enchergarás um mundo totalmente diferente!



Caique Maciel Arruda

Um comentário:

  1. As vezes me sinto solitária por ter uma imaginação hiperativa hehe... Tão bom encontrar textos assim, livres e soltos, extravagantes...que levam a estranhos lugares, a estranhas imagens e estranhas sensações, um voo, um salto livre das amarras que nos prendem a esta estranha realidade... Adorei, vou segui-lo e vou voltar hehe...

    ResponderExcluir